Historia da linguagem de computação

História da programação

Hoje em dia, dentro das universidades e cursos que falam sobre o assunto, não é mais falado referente a grande história da programação junto aos seus primeiros passos.

Historia da linguagem de computação

Mesmo que existam disciplinas que abordam o passado da internet e computadores, a história da programação serve para analisar todas as sinapses de desenvolvimento que as pessoas tiveram que desenvolver, estimulando cada vez mais o processo criativo. Graças a isso, vou mostrar para você como que a programação conseguiu chegar onde está hoje junto às suas diversas maneiras e linguagens distintas. Está pronto? Vamos lá!

Porque é tão importante? Da onde surgiu?

Ano passado, ouvi uma história interessante: um determinado professor de uma universidade voltada aos fundamentos da informação disse, por exemplo, que gostaria que todos seus alunos saíssem da sua disciplina sabendo tudo sobre Alan Turing.

– Alan Turing? Quem foi esta pessoa?

Antes de continuar com o artigo, veja o documentário abaixo:

Bom, quer ouvir a grande verdade? É praticamente impossível discutir qualquer história da informática sem passar primeiro por Alan Turing. Afinal, foi graça a este brilhante matemático britânico que felizmente temos as ciências da computação.

Para conseguir chegar nos verdadeiros estudos matemáticos, na época, Turing contava com basicamente o seu raciocínio lógico junto a sua intuição. Como você mesmo sabe, nesta época, não existia muita tecnologia que permitisse estes estudos, limitando ainda mais o matemático.

Após um tempo de estudos, Turing conseguiu fazer uma máquina hipotética que tivesse a habilidade de realizar um tipo de inteligência dentro da computação. Foi a partir daí que o primeiro algoritmo tomou forma e fomentou toda a essência da programação atual.

Inteligência artificial e a segunda guerra

Você já ouviu falar do “teste de Turing”? Pois é! O matemático, também mundialmente conhecido graças aos seus trabalhos com inteligência artificial, conseguiu criar um teste onde uma máquina poderia ser considerada potencialmente inteligente e conseguisse emitir reações de acordo com as atividades humanas ao seu redor.

Para você ter uma ideia, quase nos anos 40, Turing se voluntariou para exercer suas atividades a favor dos aliados durante a Segunda Guerra mundial. Quer que eu seja sincero? Seu trabalho foi praticamente fundamental para conseguir decifrar mensagens codificadas que eram utilizadas pelos alemães. Sem ele, certamente a guerra poderia ter tomado outro rumo.

Nesta mesma época, Turing ainda conseguiu voltar a trabalhar no início do campo de computação e conseguiu estabelecer/preencher a grande lacuna entre a prática e a simples teoria de projetar o memorável computador programável. Tal proposta conseguiu transformar-se em dispositivo, sendo chamado de Automatic Computing Engine (ou somente ACE). Para você ter uma ideia, o conceito conseguia compilar diagramas de circuitos lógicos, custando quase 12 mil libras ao todo.

A grande verdade é que Turing sabia o quão importante era o seu projeto, uma vez que o uso dos computadores na época eram de forma militar e secreta, sendo utilizados simplesmente para decifrar mensagens codificadas. É por conta da sua complexidade incrível que o ACE foi simplificado, tornando-se o dispositivo mais veloz em todo o mundo ao conseguir rodar o seu primeiro programa com frequência de 1 MHz.

É correto afirmar que a revolução tecnológica iniciada por Alan Turing estava somente começando naquela época. No entanto e infelizmente, sua vida chegou ao fim devido a proibição de homossexualidade e castração química devido a ser considerado indecente, levando-o ao suicídio.

Paradigmas da programação

Os paradigmas da programação foram criados na década de 70. Este conceito se dividiu em basicamente quatro partes:

  •         Simulação: sendo inventada nos anos 60 por Nygaard e Dahl, trata-se da primeira linguagem de programação;

 

  •         C: trata-se de uma das primeiras linguagens de programação sistêmicas, sendo criadas por Ritchie e Thombson, sendo praticamente uma das maiores influências no mundo que conhecemos hoje;

 

  •         Prolog: foi projetado em 72, sendo o primeiro paradigma lógico no mundo da programação;

 

  •         Pascal: Marcou o fim desta época, sendo a última linguagem de programação utilizada.

Já passando para os anos 80, sendo a queridinha por muitos programadores atuais, deu-se lugar para a linguagem C++, tornando-se tão importante quanto as outras. Basicamente, ela se divide em dois caminhos:

 

  •         C++: sendo criada junto a compatibilidade com o C, o C++ foi de grande importância graças a sua utilização muito mais simples e dinâmica;

 

  •         Perl: Sendo ótima para trabalhar com grandes níveis de sobrecargas de informação, o Perl surgiu como grande alternativa para uma base de dados melhor trabalhada.